O trânsito reversível e o porquê do adiamento segundo opinião de estudiosos

Sobre este assunto consultamos o instrutor auto Emaneul Bartolomeu (Kudizola) e deixou-nos as seguintes definições e opinião

Vias de sentido sensível em Luanda

As profundas alterações verificadas no país, quer a nível político, social e económico em geral, quer também em particular ao nível do trânsito e em reflexo da evolução da indústria automóvel, tornaram o código de estrada de 1954 desajustado da realidade actual. Procedeu-se à uma revisão profunda de forma a introduzir as inovações e actualizações pertinentes culminando com a aprovação do novo código de estrada.

As crescentes exigências colocadas pelo aumento contínuo do trânsito particularmente em Luanda, fazem com que as vias de sentido reversível sejam uma alternativa prática e funcional, tendo em conta como o mesmo se processa.

Via de sentido reversível é uma via de trânsito afecta alternadamente através de sinalização à um ou outro dos sentidos de trânsito, ou seja, numa via como a Avenida Deolinda Rodrigues (estrada nacional nº 230), aonde há duas, três ou mais filas de trânsito no sentido ascendente e duas, três ou mais descendente, de manhã pode suprimir-se uma ou duas filas e a tarde fazer-se o contrário suprimir-se uma ou duas filas de trânsito no sentido viana 1º de Maio.

Vias de sentido reversível, não são vias de sentido único, ou seja, não quer dizer que: de manhã não se vai à viana , vai-se sim, mas, apenas uma ou duas filas de transito vai naquele sentido e o mesmo se fará de tarde no sentido contrário.

As implementações de vias de sentido reversível em Luanda, necessita de criação de condições tais comol:

  • As via devem ser sinalizadas como tal;

  • Deve ser feita uma campanha de sensibilizaçãoaos utentes da via, especialmente aos automobilistas;

  • Devem criar condições para que os peões façam a travessia em condições de segurança;

  • A polícia deve reforçar a fiscalização nestas vias punindo os infractores e absorvendo os cumpridores da lei.

Para terminar, aos peões e automobilistas: visão, audição, atenção e prudência.

Segurança rodoviária, um compromisso da nação

Kudi Zola, instrutor auto.

Entrevistamos também alguns citadidos e deixamos a seguinte questão.

Qual o teu parecer sobre o trânsito reversível de Viana a Luanda e vice versa, se se concretizar será funcional? se sim quais as razões se não também diz quais as razões.

Rita Caela (Finalista em Engenharia Geográfica)

O trânsito reversível de Viana a Luanda e vice versa, se se concretizar será funcional? R: A resporta será relativo, pode ser funcional como pode não ser. Será funcional caso criem vias alternativas. Hoje em Viana já podemos encontar polos indústriais, Universidades, shopping etc. o que faz muitos dos funcionários e estudantes saiem da cidade, a pergunta é como os estudantes diurno da Universidade Jean Piaget vão chegar na sua Universidade? Principalmente aqueles que não tenham meio de transporte. Quais são as vias que eles podem passar? Neste caso terá a necessidade de se criar novas vias, caso o projeto for aprovado. A funcionalidade desta ideia ajudará a diminuir muito os chamados engarrafamentos que têm tido principalmente no período da manhã as 5:30 - 8h ( no sentido de quem vai para cidade )e no período da noite a partir das 17h no sentido de Viana.

Mauro Yange (Empreendedor Digital, DG na empresa associação startupAngola)

Acho funcional, desde que se garanta o transito também pelas vias secundárias.

Essa solução foi pensada para quem vive na Viana e trabalha na cidade mas há quem faz o contrario.

Pergunta: RD

E achas que funciona neste momento?

havrerá algum constragimento para os que sobem para trabalhar em Viana?

Deixa adiantar que o governo adiou este modelo que entraria em vigor ontem? quais achas as razões do adiamento?

Não sei exactamente o estado das vias secundárias, logo não tenho a certeza se funciona

O pessoal que trabalha em Viana estaria praticamente impossibilitado de trabalhar.

A razão do adiamento, poderá ser para resolver antes o problema dos acessos secundários.

Kalunga Morais (Funcionário Público, Mestrando em Sistemas de Informação Geográfica)

A alternativa é viável se existir uma via alternativa para quem vai para Viana, partido do pressuposta de existir o pólo industrial Luanda e as deferente Universidade que leva muitos a sair de Luanda para Viana.

Amarildo Baptista (Engenheiro Civil Segurança de Barragem de Capanda- AHC - Malanje)

Não vai funcionar por razões simples não temos vias em condições para colmatar o outro sentido q séra preenchida com vias secundarias e terciárias primeiro temos que ter vias com soluções de infraestruturas integradas desde as estradas,redes de esgotos, pluvias, redes hidraulicas, criação de ETAR's para podermos dar um tratamento nesta mesma águas em vários municípios da cidade e também uma educação dos cidadãos da urbe luandeses e depois disso um estudo profundo da zona onde séra implentado o sentido englobando os vários ramos de engenharia. Fim de citação não vai funcionar.

Visualize a via em questão visitando o seguinte link: http://maps.mapastopogis-ao.com/

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Endereço

Contactos

912251080 / 936676924

contacto@topogis-ao.com

 

São Paulo - Cónego Manuel das Neves

Prédio 466, 3 º Andar Apto - F

Luanda - Angola

Latitude: 8°49'0.09"S / Longitude:13°15'19.20"E 

Nossas redes sociais

  • entrar em contacto
  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Flickr Social Icon
  • Instagram Social Icon

Receba nossas novidades!

 

© TOPOGIS.Lda, 2008 - 2019